Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



mandei-lhe uma carta em papel perfumado

27.08.15

Namoro. É o titulo do poema de Viriato da Cruz e adapta-se bem ao contexto: as várias cartas que António Costa tem escrito aos eleitores.
Processo simples, básico. Típico de há um século atrás.
Curiosamente tem sido muito eficaz.
Já vamos no quarto dia e cada carta tem tido grande eco na comunicação social. Até comentário de politólogos.
A edição é feita online, cada missiva tem sido antecipada  à imprensa e, depois, é propagada pelas redes sociais.
Além de eficaz é muito barato.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:56




Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D