Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



tiro ao lado

08.09.15

Olho hoje para as primeiras páginas dos diários nacionais. Apenas um, o DN, tem em destaque uma notícia sobre a campanha eleitoral. O  I tem uma entrevista a João Cravinho que releva uma frase sobre o resultado das eleições.
Os restantes dão destaque a José Sócrates, futebol...e refugiados.
No mesmo dia arranca uma série de debates televisivos (Catarina Portas/Paulo Portas) e vários líderes partidários andam em campanha.
As televisões não fogem à regra. Pouco destaque nos principais blocos informativos.
Uma notícia do Público de hoje pergunta "Portugueses estão a ficar cansados das entrevistas aos líderes partidários?". O motivo da pergunta tem a ver com a audiometria revelar que as audiências televisivas das entrevistas aos dirigentes partidários têm vindo a baixar.
A flata de interesse revela que a campanha está a passar ao lado de muitos portugueses. Tenho mesmo dúvidas se as estruturas partidárias conseguem até estabelecer contacto com alguns dos eleitores tal a indiferença.

Pode haver razões específicas. Campanhas mal organizadas e delineadas. Mera comunicação política em vez de marketing eleitoral... Parece-me que o problema é mais complexo. A crise de 2011 provocou uma muralha entre os portugueses e a vida política.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:48




Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D