Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Comunicação errante

16.06.15

Está a ficar estranho.
Parece coisa de amadores. Não o são. Passos Coelho, Paulo Portas e António Costa são experientes e, aparentemente, com uma excelente gestão política.

No entanto:
- a coligação já deu "garantias" mas não se sabe nada do que defende no futuro.
Apenas o que não quer.

Nem existe o logo ou qualquer outro material de comunicação.

No site do PSD o lema é ainda o cartaz antigo - "Acima de Tudo Portugal".
Partilha a atenção com outras assinaturas - "Portugal no caminho certo" e, ainda, apresentam um teaser do tempo de antena do dia 17 já com o logo da coligação "Portugal à Frente".

No site do CDS também não há qualquer novidade sobre a coligação. Apenas uma foto de Passos Coelho e Paulo Portas e a home é identificada pelo browser com "Portugal é Capaz".

- Por sua vez, o PS de António Costa tambérm revela uma agenda errante.
Há pouco mais de uma semana, no encerramento da Convenção, disse que "o emprego é a prioridade das prioridades". No entanto, onde está a agenda sobre o emprego para dar continuidade à aposta que traçou?
Nesta semana falou sobre TAP, sobre emigrantes que se devem recencear, sobre TAP e sobre um relatório acerca do estado actual da saúde. A última iniciativa, hoje, foi uma reunião com autarcas do PS. Para falar sobre emprego? Não.
A agenda tem de ser repetida, tem de ter um curso, tem de ter pseudo-acontecimentos para direccionar a comunicação para os temas relevantes. Nada disto.
Com uma particularidade sobre a qual tenho a maior das dúvidas: no último mês António Costa e outros dirigentes do PS têm feito críticas fortes ao Presidente da República. Não é ele o adversário político do PS. Se essas criticas servissem de pretexto para criticar o Governo. Nem isso.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:37

Passos. "Já conseguiram descobrir uma frase minha em que convido os jovens a emigrar?"

10.06.15

Não é chamado para o caso se é verdade ou mentira.
O relevante é a citação de Goebbels: "Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade".
Ou seja, porquê só agora a tentativa de Passos Coelho em anular uma ideia que se propagou durante dois anos? Porque não o fez mais cedo?
Só depois de estar assimilada pelo comum dos cidadãos é que reage!

Se, no entender de Passos Coelho, é uma afirmação que ganhou contornos de "boato" a reação devia ter sido imediata. É o que dizem quase todos os manuais de comunicação política: "Uma outra regra é evitar o arrastamento de situações equívocas. Mais se justifica se o ponto de partida for um rumor. Depois de confirmados os dados, não se perde tempo. A resposta tem de ser muito rápida, através de um desmentido.
O rumor não pode ganhar novos contornos e, por vezes até, uma falsa credibilidade.
"

Por inépcia nada foi feito. Agora, Passos Coelho e o PSD esperam mudar uma ideia que já foi assimilada pelos portugueses!
Se estava na cabeça de todos "e nos livros" que a Terra era o centro do nosso sistema solar como podia Copérnico afirmar a teoria heliocêntrica! Nem Galilei se safou de ir ao Tribunal do Santo Ofício.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:04



Pesquisar

Pesquisar no Blog  



Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D